Princípios básicos da Organização

Você já fica cansado só de pensar em como pôr toda a sua casa em ordem? Em primeiro lugar, ponha de lado a idéia de que isso vai acontecer de um dia para outro, ou mesmo em uma semana. E lembre-se que o objetivo não é apenas concluir a arrumação e ver tudo em seus devidos lugares e organizado. A chave para uma casa mais organizada não é apenas jogar fora a maioria de suas coisas e esconder o resto em caixas bonitas (embora elas ajudem quando é a hora certa) –  é mais sobre como identificar e substituir práticas ruins com hábitos que irão ajudar a manter sua casa arrumada todos os dias. A melhor parte sobre o processo de organização é que não importa o cômodo que você está querendo arrumar, as regras são basicamente as mesmas – Aqui está um guia em quatro etapas para começar, que também inclui estratégias para impedi-lo de adiar ao longo do caminho.

1. Defina o seu espaço

Para cada cômodo que você quer organizar, pegue um caderno e vá a cada cômodo, fazendo anotações sobre as seguintes questões:

* Como o cômodo será utilizado por sua família? Será um espaço que a família utilizará como sala de jogos, sala de brinquedos ou sala de TV? Um escritório para um ou todos? Certifique-se de anotar todas as possíveis atividades, pois a atividade escolhida é que irá determinar o que ficará e o que irá embora, quando chegar a hora de classificar o conteúdo do quarto.

* Que tipo de objeto para armazenamento está disponível no cômodo? Prateleiras, gavetas, cômoda, armário, cestos e caixas? Um pufe com capacidade de armazenamento? A mesa de centro com gavetas?

* O que precisa ser guardado no cômodo que servirá de apoio à sua utilização? Brinquedos, jogos de vídeo? Livros, revistas? Equipamentos de informática?

* Qual é a sua meta para o cômodo?

* Será que os móveis combinam com o cômodo, ou deveriam ser realocados ou trocados?

2. Ordene Suas Coisas

A partir do momento que definir seu plano de organização, resolva apenas um cômodo de cada vez para não ficar sobrecarregado. Inicie o processo de organização, classificando os itens nas seguintes categorias:

Manter: Items usados regularmente.

Doar / Vender: Itens que não são mais utilizados ou são duplicados – coisas que você pode viver sem ou prefere dar a alguém.

Guardar: Estas são os objetos sentimentais que você deseja manter.

Jogar fora / Reciclar: Coisas que não são mais utilizáveis. Ficou preocupado se deve mesmo jogar fora? Se você gastar mais de 15 segundos pensando sobre pra que serve uma coisa, ou quando você o usou pela última vez, ou porque você ainda o tem, então você provavelmente não precisa dele.

Uma advertência antes de se livrar do excesso: Considere um uso secundário para as coisas que você está pensando em jogar fora.

3. Definindo a forma de armazenar

Depois que definir o que deve ser jogado fora ou doado, é momento de organizar os itens pretende manter. É importante a criação de “casas” ou “zonas” para manter a organização. Se você está sempre perdendo as chaves do seu carro, crie um lar para elas. Ganchos perto da porta, ou um pote atraente, em um lugar conveniente – veja o que funciona melhor para você. Tente estabelecer uma rotina de sempre colocar as chaves no local designado.

Etiquete todas as caixas que utilizou para armazenamento, e deixe a sua família saber onde as coisas estão localizadas. Se você tem filhos pequenos, coloque ganchos em alturas mais baixas para que eles possam pendurar suas jaquetas e bolsas.

4. Mantenha o foco

A procrastinação pode ter um efeito bola de neve – as pequenas coisas que você adia a cada dia poderão acumular até o ponto onde você estará perdido com o que você deverá fazer e verá sua lista de afazeres crescendo. Tente evitar o momento quando o seu planejamento de organização começar a deslizar, tome nota das seguintes dicas:

Estratégias Mentais

1. Tente se imaginar como você vai se sentir dentro do cômodo após a tarefa ou o projeto estiver completo.
2. Concentre-se no resultado desejado.
3. Imagine-se terminando a tarefa de forma simples, rápida e sem contratempos.
4. Elimine a palavra procrastinação de sua cabeça e tenha pensamentos positivos de “eu quero”, “eu posso”, e “eu gosto”.
5. Deixe de lado o perfeccionismo. Muitas coisas não valem a pena serem feitas perfeitamente, então apenas comece e faça o seu melhor.

Estratégias Físicas

1. A ajuda de um amigo na tarefa será muito útil, pois será um incentivador ao longo de sua meta.
2. Antes de começar o projeto, faço o estudo de suas anotações. Será útil e incentivador.
3. Execute as partes difíceis primeiro. Ou …
4. Execute as partes fáceis primeiro. O que mais lhe motivar é o que você deverá escolher para começar.
5. Mantenha uma lista do que já concluiu para que você não perca de vista o quanto você já realizou.
6. Divida seu projeto em pequenas partes administráveis e crie prazos para si mesmo ao longo do caminho.
7. Determine recompensas para si mesmo quando você terminar cada etapa ou quando você concluir o projeto.

Continue Reading

Como pendurar quadros corretamente

Como pendurar quadros, onde pendurar e como agrupá-los juntos.

Se o espaço inclui uma parede grande e bastante espaço no chão, tome algumas decisões, organizando os quadros no chão primeiramente, decidindo como ficarão agrupados. Meça o quanto de distância um quadro terá do outro. Pegue um de cada vez e posicione na parede.

Outra opção é fazer um modelo (gabarito) de cada quadro a ser suspenso. Apenas traçando do lado de fora da moldura em uma cartolina, corte as aparas para que a cartolina tenha o tamanho de cada quadro e rotule cada. Também desenhe uma seta para indicar se a arte é vertical ou horizontal.

Cole os gabaritos na parede com uma fita cola reutilizável, ou qualquer outro tipo de aderente que não prejudique sua pintura e não rasque seu gabarito.

No caso de 4 quadros pequenos do mesmo tamanho, uma dica é agrupar os 4 quadros juntos formando um quadrado, para dar a ilusão de uma imagem maior.

Lembre-se, o peso do quadro irá determinar o tamanho do parafuso/prego a ser usado. Para um quadro grande e comprido, use dois parafusos.

Para fotos que serão exibidas juntas, considere ter todas as fotos com molduras compatíveis, semelhantes. Elas não terão que ser idênticas, mas os quadros pedem padrões diferentes na mesma cor ou material. Alguns podem ser mais trabalhadas, outras podem ser simples, mas todos devem ter a mesma cor para combinar. Organize todos em uma mesma parede para fazer uma galeria.

Nem sempre precisam ser 4 quadros em um grupo. Considere o uso de uma imagem maior no centro. Em seguida, coloque 2 quadros pequenos em de cada lado de um quadro grande, espaçados verticalmente com o mesmo comprimento do quadro maior . Ou, no lugar da imagem maior, use um espelho grande.

Nem todos os quadros terão os mesmos tamanhos, então aproxime-os e  tente criar uma harmonia entre eles.

Sempre pendure quadros na altura dos olhos.

Se pendurar um quadro sobre um sofá, não deixe muito espaço entre a parede do sofá e o quadro. Tente deixar 10 a 15 centímetros. Se você posicionar o quadro mais ao alto, o olho do espectador irá para a parede, não para a imagem.

Não coloque um quadro pequeno em uma parede grande. Ficará estranho. Se não há suficientes quadros para encher o espaço em uma parede grande, considere colocar um espelho no agrupamento.

Por outro lado, não sobrecarregar uma parede pequena com um quadro grande.

Outra opção é posicionar os quadros sobre prateleiras, como se estivessem encostados.

Misturar moldura de madeira com moldura de metal,  funcionará melhor em uma casa eclética. Para um visual mais formal, tente manter a mesma cor para todas as molduras.

E você tem alguma dica para pendurar quadros? Se tiver compartilhe conosco!

Fotos: Reprodução

Continue Reading

Como melhor posicionar a TV e o sofá em sua sala

Nem sempre a maior tela de LCD será a melhor escolha. Essa decisão depende do ambiente onde o televisor será colocado. Abaixo, uma tabela que indica a quantos metros o televisor deve ficar do telespectador, dependendo do tamanho da tela.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Continue Reading